Empregos un

Para mais informações, novas vagas abertas e candidaturas você deve aceder a bolsa de empregos da UN Moçambique.Não perca esta oportunidade de trabalhar numa organização internacional reconhecida em todo o mundo. O Sistema das Nações Unidas apresenta oportunidades de trabalho da semana de 26 de agosto de 2020. Saiba como concorrer em países de língua portuguesa como Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste. Conheça ainda as vagas disponíveis em outros escritórios da organização que aparecem em inglês ou francês, as línguas de trabalho das Nações Unidas. A CV NHA CASA Lda., com sede na Avenida do Aeroporto, Fazenda – Cidade da Praia, afeta ao ramo de pastelaria e panificação, faz saber, através deste anúncio, que pretende recrutar para o seu serviço a tempo parcial, 1 (um) Pasteleiro e 1 (um) Padeiro, com experiência profissional necessária na área para o qual se candidata devidamente comprovada. With Indeed, you can search millions of jobs online to find the next step in your career. With tools for job search, resumes, company reviews and more, we're with you every step of the way. Are you passionate about world development and want to make a difference? UNDP works in more than 170 countries and territories, helping to achieve the eradication of poverty and the reduction of inequalities and exclusion. Já uso o site Empregos.com.br a algum tempo, e como sempre fui muito bem correspondido. Sempre que me perguntam como consigo emprego rápido, respondo vá ao site Empregos e lá você conseguirá o emprego. Mais uma vez sou grato pelos serviços prestados e pela equipe do site Empregos.com.br. Quarta de empregos. 12 dezembro 2018. Assuntos da ONU. Na lista de vagas do Sistema das Nações Unidas de 12 de dezembro, conheça algumas oportunidades de trabalho em Angola, Brasil, Timor-Leste, Guiné-Bissau, Moçambique e outros. Além de países de língua portuguesa, saiba de empregos em outros escritórios da organização. The Young Professionals Programme (YPP) is a recruitment initiative for talented, highly qualified professionals to start a career as an international civil servant with the United Nations Secretariat. It consists of an entrance examination and professional development programmes once successful candidates start their career with the UN. Empregos Empregos. Vagas. 13 Setembro 2020. Internship, UN Resident Coordinator. Data limite. 31 Dezembro 2020. Emprego de. PNUD: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Pesquisar com palavra-chave. Filtrar por. Data limite. Agência da ONU Apagar tudo ... Why work at UN? Who we are; What we do; Where we are; Career support; Pay and benefits : What can I do at UN? What we look for; Job Networks; Career paths; Working in the field : What are my career options? Staff categories; Young professionals programme; Competitive examinations for language professionals; Global General Service Test; Junior ...

Não sei onde tomei a estrada errada vida...

2020.09.19 01:02 Niddo_87 Não sei onde tomei a estrada errada vida...

32 anos (33 em breve), trabalho em um lugar ruim com um serviço de merda (atendendo o público), já pensei em "acabar com tudo" mais de uma vez, porém me faltou coragem e eu penso nas pessoas que ainda se importam comigo de verdade.
Queria poder voltar no tempo só um pouco, uns 10 anos e poder falar comigo mesmo, mostrar como as coisas iriam de ladeira abaixo. Pensar que eu achava que estava indo ladeira acima naquela época... As pessoas que entram na minha vida só repetem sempre a mesma coisa: "pare de se martirizar, isso foi no passado, você agora é outro, adulto, maduro e deve enfrentar as coisas como tal". Certo, e como faço isso? Passei toda minha vida sendo tolhido de tudo que quis fazer, sou um filho que não foi planejado (minha mãe achava que não podia engravidar e deu uma sem camisinha com meu pai), meu irmão sempre foi e é colocado em primeiro lugar até hoje.
Sempre fiz de tudo para tentar agradar os outros e acabei me deixando em segundo plano, assim como as pessoas sempre me deixaram em segundo plano. Cresci com uma estima no fundo do poço, nunca fiz nada que gostei e agora me sinto velho e sem motivação para "começar do zero".
Desde pequeno sempre tive meus planos tolhidos para que meus pais tentassem satisfazer suas necessidades e desejos não realizados através de meu irmão. Ele sempre teve prioridade em tudo e inclusive teve oportunidades que eu nunca tive, pois "se o mais velho falhou, provavelmente o mais novo irá falhar também". Isso vai desde querer estudar espanhol (que meu irmão teve a oportunidade e simplesmente jogou fora) a ser aficionado por informática. Consegui convencer meus pais e meu irmão a gastar uma poupança nossa em nosso primeiro PC! E acho que esse foi o ponto mais alto de minha vida. Pois até quando tentei me matricular em um curso de informática (que poderia ter transformado minha vida) eles (meus pais) me obrigaram a fazer inglês. Resultado? Abandonei o curso em 2 semanas, eu nem tinha vontade aprender inglês, gostava mais de espanhol... E não, eu não podia me matricular no curso de informática, eu tinha 14 anos e não tinha renda. Nessa época não existiam tantos tutoriais e a internet ainda engatinhava, então eu não pude ser autodidata nesse aspecto.
Alguns anos se passam e meu pai faleceu, eu tinha 19 anos. Perdido e sozinho em um dos momentos mais cruciais de minha adolescência. Dois anos depois minha avó (que era como uma segunda mãe para mim) também se vai... Mergulho com tudo na cachaça. Desperdiço 3-4 anos de minha vida em bares e festas, estudo? Já tinha encerrado o ensino médio e não pensava em mais nada, na verdade eu só queria que tudo acabasse ali, naqueles anos.
Encontro uma pessoa que, naquele momento, foi minha salvação. Ela não me tirou do mundo da cachaça, mas me ajudou a retomar estudos, procurar emprego e era alguém que eu tinha uma estabilidade emocional, em vez de sair por aí pegando doença venérea. Passamos 7 longos anos juntos e quando tudo acabou eu cheguei ao fundo do poço como nunca antes... Agora já estou nos meus quase 30 e a vida continua uma merda, meu passado me persegue, mas consigo seguir em frente. Sou graduado, tenho pós-graduação e estou trabalhando... Conheço essa outra pessoa em meu trabalho e a vida parece fazer sentido de novo! Até que uns anos se passam e chegamos ao agora, estou casado com ela e a vida parece que está pior do que antes.
Temos nossos bons momentos, mas às vezes o casamento mais é um estorvo do que algo que nos traga felicidade. Acho que ela não se sente feliz comigo e eu tenho esses episódios de depressão (os quais ela desdenha), eu também ando me sentindo infeliz, acho que ela age de maneira muito egoísta em certos momentos. Em suma: meu trabalho é um lixo, sou perseguido pelo meu passado, meu casamento está falindo e eu não tenho motivação para tentar mudar esse cenário. Queria ser mais forte...
submitted by Niddo_87 to desabafo [link] [comments]


2020.09.18 23:43 OAlguem Nem sei que título colocar

Bom aqui estou novamente, depois de muito tempo sem questionar que merd* eu estou fazendo...
19 anos, cursando dois cursos superiores no 1°P em ambos. Passo minhas manhãs vendo as aulas de um curso, almoço, volto para o computador e fico vendo qualquer outra coisa na internet além de ver as aulas do outro curso. Irônico que o curso que estou vendo as aulas e fazendo bonitinho não é o que eu quero fazer carreira.
Eu sou uma pessoa, em alguma medida, perfeccionista. Tenho um ritmo próprio muito pessoalmente definido e às vezes tenho impressão que não vou conseguir fazer as coisas no tempo que elas demandam. Hoje estou pensando: será que vale o sofrimento de deixar o ócio de lado para focar nos estudos? Vale o futuro que eu me prometo?
Cara, às vezes só quero voltar a ser criança pra ficar jogando videogame o dia todo e não precisar pensar o que quero ser e fazer daqui uns anos.
Estimo que todos mês eu, querendo ou não, tiro 820 reais dos meus pais pra me sustentar. A projeção é que isso continue, até que eu arrume um emprego.
O curso que procrastino é difícil pra mim. Muita leitura pra uma pessoa q leu tão pouco durante a vida. Apesar de amar o conteúdo, eu prefiro virar a cabeça, evitar a dificuldade e ficar no ócio. Tenho medo de não conseguir e abomino a idéia de me tornar um mal profissional. Mas parece que não consigo desvirar a cabeça.
O outro curso eu não me dedico muito mas sou relativamente bom nas matérias.
Não encontro motivação pra me levar adiante e largar a procrastinação, que por mais que eu negue que o seja, é procrastinação.
Quem leu provavelmente deve me odiar por ser tão privilegiado mas tão preguiçoso. E com razão mas no final, ainda é cada um com seus problemas individuais.
submitted by OAlguem to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 22:04 1berto86 Os 10 tópicos com mais comentários no Reddit, separados por ano

2019 (máx. 1648 comentários):
  1. Ataque a escola em Suzano
  2. Publicação de chats privados sobre a Lava Jato pelo Intercept
  3. ENEM
  4. Saída do Lula da prisão
  5. Temer preso
  6. Forma moderna de escravidão (trabalhadores por aplicativo)
  7. Reforma da previdência
  8. O que é golden showe?
  9. Situação da Venezuela
  10. Todo dia alguém vem e abre minha caixa de correios a força, levando contas e dívidas, semana passada fiz uma armadilha e a pessoa se feriu, sangrou, mas a caixa estava aberta de novo uns dias depois.

2018 (máx. 3557 comentários):
  1. Debate presidencial da Globo
  2. Eleições 2018
  3. Debate presidencial da Band
  4. Debate presidencial da RedeTV
  5. Eleições 2018 - 2º turno
  6. Bolsonaro leva facada
  7. Julgamento do STF sobre o habeas corpus do Lula
  8. Prisão do Lula
  9. Debate presidencial da Record
  10. Sobre o erro de votar em Bolsonaro

2017 (máx. 842 comentários):
  1. Lula condenado à 9,5 anos de cadeia
  2. Dono da JBS grava Temer dando aval para compra do silêncio de Cunha
  3. ENEM
  4. Cultural exchange com a europe
  5. Pó mágico (enquanto consentimento é o que faz o sexo não ser estupro, emprego não ser escravidão e o negócio não ser extorsão, pó mágico de fada é o que faz o imposto não ser roubo)
  6. "Comunismo mata" - painel gigante na Times Square mostra número de mortes sob o regime no último século
  7. Justiça proíbe que redações do ENEM sejam anuladas por desrespeito aos direitos humanos
  8. Ex-jornalista esportivo que cobriu futebol no Rio de Janeiro durante uma década. AMA.
  9. Black Friday
  10. O que "todo mundo" gosta e você odeia?

2016 (máx. 4170 comentários):
  1. Impeachment da Dilma
  2. Esforço para colocar o brasil na Front Page
  3. Medalha de ouro do Bernardinho pelo Brasil
  4. Mudança das regras do brasil em relação aos tópicos de política
  5. Donald Trump eleito presidente dos EUA
  6. Dilma perde o mandato
  7. Impeachment - tópico de discussão
  8. ENEM
  9. Quais são seus preconceitos?
  10. Maranhão, Presidente interino da Câmara, anula processo de impeachment da Dilma, atendendo pedido da AGU

2015 (máx. 1291 comentários):
  1. Qual sua opinião mais política?
  2. PQC com Marcos Alcântara, Secretário de Finanças do Partido Novo
  3. AMA com um anarquista
  4. Eduardo Cunha autorizou processo de impeachment contra Dilma
  5. AMA com um anarcocapitalista
  6. Tópicos de confissões
  7. Cabelo considerado "exótico" impede rematrícula de aluno
  8. Pronunciamento da Dilma na TV
  9. Transexual processa boate após ter que pagar por ingresso masculino
  10. Mostre seu desktop e vamos tentar descobrir algo sobre você

2014 (máx. 398 comentários):
  1. Debate presidencial 2º turno
  2. Censo dos usuários do brasil
  3. Thread do segundo turno
  4. Dilma Rousseff é reeleita
  5. O que te irrita?
  6. Lurkers do brasil, porque?
  7. O que vocês estão lendo?
  8. Português aqui. Pergunte qualquer coisa.
  9. Revista tpm lança campanha #precisamosfalarsobreaborto "É necessário alertar a população sobre os dados, sobre as mortes, sobre o sofrimento dessas mulheres, e parar com o julgamento moral.”
  10. Eleições 2014

2013 (máx. 77 comentários):
  1. Marco Feliciano manda prender jovens que protestavam com beijo durante evento religioso
  2. Mostre sua localização no brasil
  3. Você é contra ou a favor da descriminalização das drogas?
  4. 5 causas que estão virando consenso no protesto
  5. Jovens que se beijaram "poderiam ter dado voz de prisão" a Feliciano por abuso de autoridade, diz diretor da Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP
  6. Sobre os protestos e o insight de que era a direita tentando tomar o poder
  7. Se vocês tivessem que mudar para outra cidade do Brasil, para onde seria e porque?
  8. Coreia do Norte recebe apoio do PT, PSB e PC do B (PT, PC do B, PSB)
  9. Sim, eu sou um espírito de porco e um babaca. 4 motivos porque os protestos vão fracassar.
  10. Redditors, uni-vos! (convocação para participar dos protestos)

2012 (máx. 140 comentários):
  1. Mostre sua localização
  2. Redditors brasileiros, diga um pouco de ti pra nós. Como descobriu o reddit e quais são seus subreddits prediletos.
  3. Aumentar a comunidade brasileira no Reddit
  4. MPF em SP pede retirada da frase 'Deus seja louvado' das notas de reais
  5. Lista de subreddits em português
  6. Censo brasil
  7. Gírias brasileiras
  8. Help with brazilian food
  9. Eu sei que vocês não curtem muito, mas quais seriam os "memes brasileiros"?
  10. Qual sua opinião sobre as eleições de ontem?
submitted by 1berto86 to brasil [link] [comments]


2020.09.18 14:49 Physical-Resolution4 Quero emigrar mas sinto-me perdido

Boas pessoal. Há já bastantes anos que quero sair do país e como acabei o secundário este ano e tenho algum dinheiro das poupanças decidi começar a preparar-me para ir embora daqui a uns meses. Estou a planear ir para Tbilisi, Geórgia e embora tenha dinheiro suficiente para lá viver durante uns dois anos sem trabalhar tenho medo de não conseguir emprego neste período de tempo pois não tenho absolutamente qualificações nenhumas tirando ter acabado o secundário (tenho 19 anos).
Decidi procurar algum trabalho que possa fazer a partir do computador (para poder ter uma "safety net" quando saie) mas até à data não tive sorte. Duvido que faça muita diferença mas sou fluente em inglês e intermédio em Russo. O meu CV é demasiado genérico devido à falta de experiência de trabalho.
Não tenho motivação ou paciência para continuar a estudar (ou viver) em Portugal. Se me arrepender posso sempre voltar mas neste momento sair do país é a minhar maior motivação para viver. O facto de toda a gente neste sub ter algum tipo de educação superior deixa-me nervoso devido a faltar-me a mesma.
Agradeço todos os conselhos que me possam ajudar a encontrar Sei que muitas destes problemas são básicos mas sinto que esta pressão para que tudo dê certo está a dar cabo da minha cabeça.
submitted by Physical-Resolution4 to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.09.18 14:34 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 0: Introdução]

Post anterior: https://www.reddit.com/portugal/comments/itrx1l/estou_a_pensar_escrever_uma_s%C3%A9rie_de_textos_sobre/
Olá amigos.
Perguntei-vos se estariam interessados numa série de posts acerca da minha experiência enquanto emigrante no UK. A resposta pareceu positiva, por isso vou começar a publicar o que vou escrevendo. Este primeiro post serve de introdução para ditar o mote dos restantes; aproveito para deixar aqui uma série de notas que depois escuso de repetir nos seguintes.

Que merda é esta?

Há-de ser um relato mais ou menos organizado da minha vivência como emigrante, escritos de forma predominantemente episódica. Cada capítulo pretenderá abordar um tema diferente que, na minha opinião, poderá afectar outras pessoas na mesma situação que eu. Basicamente, cada capítulo relatará grosso modo uma situação que me fez pensar "puta que pariu, porque é que não me disseram isto antes?"
Mais concretamente, quero:
Antes de começarmos, algumas coisas importantes de referir:

O que é que vem a seguir?

Este post é uma introdução muito básica ao "projecto" que estou a começar. Neste momento tenho esta introdução escrita, e mais alguns capítulos pensados e alinhavados. Para já, tenho alguns temas principais acerca dos quais gostaria de (ou comecei a) escrever:
Não os vou escrever por ordem, garantidamente. Sintam-se à vontade para sugerir tópicos, já acrescentei um ou outro de comments no outro post. Vou tentar manter os posts ligados uns com os outros com um índice ali no topo.

Quem és tu, e porque é que hei-de querer saber disto?

Por razão nenhuma. Lê este; se gostares, provavelmente vais gostar do resto. Se achaste que é só um gajo a dissertar sobre temas da vida, então acertaste na mouche. Se não gostas de gajos a dissertar sobre temas da vida, talvez não gostes disto.
Eu sou um gajo qualquer, suspeito que parecido com muitos vós: casa dos 30, carreira em tecnologia, mania que é esperto, emigrado recente. Acho que a minha experiência enquanto emigrante é deprimentemente mediana, e é aí que vejo o valor deste esforço. Entre decidir que queria vir e o dia de hoje, passei por uma série de situações que suspeito que muitos outros também atravessaram, e para as quais gostaria de ter tido aviso. Alguns exemplos de que me lembro de repente:
Eu também não sabia de nenhuma destas (e outras coisas), e às vezes saiu-me do bolso não saber disso.
A minha experiência provavelmente foge da média em alguns aspectos cruciais: não vivo nem trabalho numa cidade, vim já com um contrato de trabalho permanente assinado, e por aí fora. Escrever sobre alguns desses aspectos talvez passe a ser mais um exercício de memória pessoal que outra coisa, ou talvez as minhas peripécias pessoas ressoem com alguém, logo vemos.

Motivação

Um bocadinho do que está por trás das razões que me trouxeram para aqui:

Porquê NÃO emigrar?

Quando fui entrevistado para a posição em que estou agora, o entrevistador final (depois de umas 5 entrevistas para a mesma posição) perguntou-me: "estás nessa empresa há coisa de um ano, porque é que te queres mudar?". A minha resposta foi simples: não quero.
Em Portugal a vida tem uma leveza que não consigo encontrar em mais lado nenhum. Ganha-se pouco, é certo, e as oportunidades são muito limitadas, mas:
e por aí fora. A minha vida em Portugal era de uma tranquilidade incrível. O trabalho era especializado e pouco exigente, trabalhava com amigos de longa data na minha área de formação (que adoro). A minha rotina estava extremamente solidificada, vivia numa cidade que adoro (ah Coimbra!), conseguia-me facilmente sustentar, vivia numa casa boa numa zona boa. Visto de fora, tudo estava OK. A opção fácil teria sido deixar-me ficar; tinha facilmente emprego para a vida e poucas chatices.
Ainda assim...

Porquê emigrar?

Há uma certa insatisfação que vem com o saber que chegaste ao topo muito cedo, e que o topo não é tão alto como querias. Eu sou extremamente ambicioso, não do ponto de vista materialista e egoísta, mas mais numa eterna ânsia de ser melhor no que faço. Eu tive a espectacular sorte de escolher uma profissão pela qual me apaixonei, e de ter conseguido sempre trabalhar nela estes anos todos. O meu trabalho foi aparentemente tendo qualidade, e fui indo por aí acima. Um mestrado vira doutoramento, que vira bolsas, que vira escrita de projectos, que vira posições em empresas, que vira posições séniores.
No entanto, há um tecto máximo para o que se pode fazer em Portugal na minha área: o mercado é dominado por empresas muito pequeninas, altamente subsidiodependentes, e nas quais honestamente não vejo futuro. Eu não quero passar o resto da minha vida profissional a trabalhar num "one-man army", eternamente a desenvolver soluções que nunca vão vingar porque, convenhamos, há limites para o que uma equipa pequena consegue fazer. É extremamente descolhoante ver o nosso trabalho, que toda a gente diz que é muito bom, ficar perpetuamente atrás por falta de recursos, ou manpower, ou investimento, ou o que lhe quisermos chamar. Dei por mim a tornar-me uma pessoa frustrada, daquelas que vêm as notícias e dizem mal de tudo, mesmo do bom; pequenino e sempre zangado. Decidi procurar outras coisas.
Mudei-me para o UK com contrato assinado para uma multinacional gigantesca, bom salário, boa zona do país e, acima de tudo, projectos incríveis desenvolvidos por pessoas com as quais tenho aprendido muito. Estou novamente no caminho certo.
Eu não me mudei pelo clássico "ganhar mais". Obviamente que triplicar o salário de um dia para o outro é fixe, obviamente que é fixe comprar carros a pronto (mais sobre isso mais tarde), obviamente que ir às compras e nem olhar para a conta é bom; mas há mais que mova um gajo. O salário é um factor, mas é um factor.
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
Edit: desculpem a formatação manhosa no início, esqueci-me do modo markdown.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.18 13:56 CantorDasRuas Ajuda. Decisão complicada. Trabalho em tempos de Covid

Pessoal estou numa encruzilhada.
Estou de momento refugiado na minha terra natal (3000~3500 habitantes), que por sua vez vai abrir postos de trabalho apenas em Janeiro (alguns na minha área). Sinto-me alegre e a salvo na minha terra natal....mas ao mesmo tempo sinto ansiedade por ter que esperar ate Janeiro, desempregado, embora financeiramente consiga suster a situação. A chance de conseguir esse posto de trabalho aqui na minha terrinha é bem possivel.

A minha outra opção é voltar a Lisboa e conseguir emprego numa consultora (outra vez). Não sei se tenho curriculo suficiente para conseguir entrar numa software house. (tenho 2 anos de experiencia na área da programação). Mas o facto da pandemia afetar as empresas e a saude, e a qualquer momento o cliente conseguir-me dispensar da empresa, é um risco que desmoraliza-me bastante, e leva-me a pensar que se calhar é melhor ficar onde estou mais uns tempos.
O que posso fazer neste momento? o que voces fariam? estou mesmo pelos cabelos e não sei qual a melhor decisão...
submitted by CantorDasRuas to portugal [link] [comments]


2020.09.18 06:09 Red_Hobgoblin Eu não gosto de lembrar do primeiro ano do meu filho porque sinto que falhei com ele

Hoje eu tava conversando com minha mulher sobre quando meu filho tinha apenas 1 ano de idade. Hoje ele tem 2 e meio, e sempre que tocamos nesse assunto eu me sinto mal porque sinto que falhei com ele.
Vejam bem, eu sou homem e tenho 27 anos, meu filho não foi resultado de um plano, o que não quer dizer que eu não o ame nem nada do tipo, pois ele é a coisa mais importante da minha vida, mas quando ele nasceu eu estava em um subemprego [3 subempregos, na verdade], trabalhava o tempo todo, ganhava pouco e quando não estava trabalhando, estava estudando pra faculdade/concurso. Eu estava sempre cansado e estressado. Então minha mulher arrumou um trabalho também, e o meu filho tinha uns 8 meses de idade. Nesse ponto da história, eu larguei um dos meus 3 trabalhos pra poder cuidar dele enquanto ela estivesse trabalhando, mas continuava exaurido, porque, como vocês devem imaginar, cuidar de bebês é bastante cansativo e eu continuava tendo outros 2 empregos e faculdade.
E a verdade é que, durante esse período em que eu passava a maior parte do dia com ele, eu não estava lá de fato. Quer dizer, eu estava presente fisicamente, mas brincava muito pouco, conversava muito pouco e meio que só tava no piloto automático, cumprindo com a minhas obrigações minimas.
Hoje eu sinto uma culpa monstruosa por isso e por mais que eu faça de tudo pra compensar por essa falha, sendo presente, atencioso e um pai de fato eu me sinto extremamente triste, porque sei que eu nunca poderei consertar isso, pois ele nunca mais terá um ano de idade. Ele precisava da minha presença naquele momento e eu deixei o cansaço me vencer e não estive lá, estar presente hoje não completa minha ausência no passado.
submitted by Red_Hobgoblin to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 03:46 JARDELUIS Ultimo ano no curso de Engenharia, tenho o sonho de trabalhar na Suiça

Olá pessoal, estou no ano da dissertação e quando acabar gostava imenso de trabalhar para a suiça. Estou a tirar Engenharia e Gestão Industrial, tenho um certificado A2 de Frances mas na prática sei falar muito pouco. O meu ingles é fluente.
Que cidade recomendariam para alguem que nao sabe frances/alemao, e ou empresas internacionais que nao vejam isso como um entrave? E quao provavel é eu arranjar emprego facilmente?

Para além disso, li que um entry level job para um engenheiro mesmo que nao saiba frances, por ano deveria esperar uns 70-75 k CHF , estou longe da realidade?
Quanto a custos, se viver num estudio conseguia arranja-lo por 1000CHF/mes e compras de supermercado 400-500CHF se for para lá com o intuito de poupar o maximo possivel?
Desde já obrigado!
submitted by JARDELUIS to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.09.18 02:40 iamassuregi Segunda chance ok, agora terceira, quarta e quinta ...

Preciso tirar isso do peito kkkkk então isso é longo
Eu conheço uma garota desde a sétima série, hoje tenho 24 anos. Essa garota por muito tempo foi minha amiga, mas sempre meio com vergonha. Kkkk eu não tinha uma boa aparência na época (e em minha defesa todo adolescente é feio) e hoje, olhando para trás, sinto que ela tinha vergonha de mim.
Em 2017 ela me apresentou a um amigo dela. Muito estranho, o cara tinha uns 40 anos e era amigo de uma moça de 21... Um dia fui dormir na casa dela, na época levei o PlayStation e ficamos jogando. Uma das irmãs, que tinha 15 anos aparece, totalmente bêbada. E esse coroa trazendo essa menina. Eu fiquei indignada, pois ela estava muito bêbada mesmo, até vomitou e desmaiou. Eu fechei a cara quando vi isso tudo e só pensava em chamar uma ambulância ou a polícia. Lembro que ele falou algo como: "Ela estava na minha casa com a minha filha, tomou só um pouco" e eu retruquei: "Ela tem quinze anos. Não devia ter tomado nada".
Esse foi o meu primeiro erro. O cara pegou raiva de mim aí.
Enfim, noutro dia fui pra minha casa e segui a minha vida.
Na época da escola éramos um trio: eu, essa garota e outro amigo. Esse moleque não era amigo dela há um tempo.
Outra visita a casa dela e ela me pergunta dele. Eu falo a verdade, que disse que nunca mais queria falar com ela. Tinha morrido pra ele. Volto pra minha casa e quanto estou deitada já, vejo uma ligação. Era o coroa me ligando.
Ele gritou comigo, disse que se fosse para eu falar desse amigo que eu não pisasse mais o pé na casa dela. Queria saber o que ela tinha feito pra ele, e eu apenas respondia: pergunta pra ela!
No dia fiquei morrendo de medo. Depois chorei de raiva. Mandei uma mensagem pra ela, dizendo que precisávamos conversar. No outro dia ela me respondeu, dizendo que iria falar com ele. Depois veio com uma conversa que não podia escolher lado pois não tinha ouvido a ligação para dizer o que cada um disse.
Depois disso me afastei, me ocupei com trabalho. Respondia ela pouco. Meu erro também, devia ter bloqueado nessa época. Também comecei a me arrumar bastante, me cuidar mesmo e a ter encontros kkk (e sim, agora sou bonita)
Ela me chamava para ir na casa dela sempre e dizia: leva o videogame, não tem nada aqui para fazer. Ela mora noutro bairro, muito contramão pra ônibus, então eu andava meia hora com um PS4 mochila, chegava lá morrendo. Eu acabava dormindo lá pois sempre ficava tarde pra voltar. Um dia eu falei pra ela que tava muito zoado para ir, pois estava tendo assalto direto e eu não poderia dormir pois tinha compromisso. Ela disse: então deixa o vídeo game aqui. Depois você busca.
Aí sim eu descobri, ela só queria jogar.
Então fui me afastando, até que ela surgiu meses depois fazendo perguntas sobre esse maldito videogame. Eu não entendo muito, tinha comprado ele no fim de 2016 pois foi uma baita promoção e eu usaria para ver vídeos do YouTube e alguns jogos que eu tinha visto gameplay. Mas por causa do trabalho quem usava mais era a minha família, para assistir. Então eu realmente não sabia responder nada. Foi uma semana de questionamentos até ela me pedir a minha conta da PSN. O coroa tinha dado um videogame para ela. Meu sangue ferveu, e eu disse que não. Ela veio com uma conversinha do tipo: "você não confia em mim?" Eu apenas disse: "sei que você não vai pegar nenhuma informação minha, mas não empresto pra você. Meses sem falar comigo e quando volta quer favores?".
Ela sumiu por três dias e quando voltou disse que não poderíamos mais ser amigas. E começou a escrever um textão. Eu simplesmente dei block e deletei o número. Isso foi no fim de 2018.
Nessa época eu estava meio mal, mudei para um emprego de meio período e fui passando sem comprar muita coisa. Vendi o videogame e resolvi estudar para entrar numa universidade. A situação financeira aqui em casa apertou tanto que eu praticamente sustentei a casa por uns meses com um salário de meio período. Deixei muito currículo mas nem chamavam... Enfim.
No fim de fevereiro desse ano entrei no meu Facebook e tinha várias mensagens dela, das irmãs, pedido para eu mandar mensagem pra ela. Eu sou muito curiosa, então não aguentei. Passei o meu número para a irmã e disse que entrar em contato comigo. Ela falou comigo e pediu desculpas.
E eu aceitei, pois estava numa paz e estava tentando mudar, ver o melhor nas pessoas. Estava muito de boas mesmo.
Ela veio perguntar da minha vida, eu disse que estava estudando e trabalhava algumas horinhas por semana.
Aí ela me pediu uma dicas para estudar pra FUVEST/Enem e acabamos combinando que eu poderia ajudar ela a estudar.
Desde 2019 eu estava muito calma, não me irritava com ninguém e também toda semana tirava um momento pra refletir os pontos da minha personalidade que tinha que melhorar. Mas eu fiz um grande erro: ser gentil não é ser otária. E eu estava sendo uma otária.
Acabou que o corona apareceu e bagunçou a vida de todo mundo, mas continuamos nos falando. Ela comentava lugares que queria ir e eu dizia "ah, depois do corona a gente vai". Acabou que a primeira oportunidade foi esses dias, quando sp começou a permitir que cursos extracurriculares voltassem. Decidi que iria fazer um curso de japonês, pois estava meio deprimida e queria algo para ocupar a cabeça. Chamei ela para dar uma olhada comigo na unidade da escola.
Eu já tinha comentado com ela que estava ficando bem ocupada recentemente, então podia ser que eu esquecesse de ver as mensagens. Falei pra ela que sábado ficaria fazendo um trabalho. Então sábado de manhã fomos ao curso de japonês e quando voltamos ela se convidou para ir na minha casa. Eu, por causa de estar ocupada e cansada, não queria ninguém aqui, então só disse que outro dia a gente marcava.
Depois disso ela nunca mais de respondeu. Ela tinha parado de falar com o coroa quando voltou a falar comigo, mas deve ter voltado.
Essa novela é tão grande e ruim que vou acrescentar uns detalhes aqui:
O que eu aprendi de tudo isso? Não fique perto de quem faz mal pra você. Seja gentil, mas não seja besta.
submitted by iamassuregi to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 07:20 commiefairy meus quilos a mais estão virando uma obsessão

vou tentar resumir ao máximo pro texto não ficar tão chato quanto eu ando ultimamente.
bem, eu sempre fui uma criança gordinha, mas não era por não comer coisas saudáveis: é que eu sempre fui comilona kkkk mas infelizmente a genética não me favoreceu para eu poder exercer minha glutonaria em paz. sofri muito bullying dos coleguinhas, e quando eu chegava nos consultórios de pediatras eles já iam falando sobre como eu deveria comer mais legumes pra perder peso, sendo que eu já comia de tudo e não era nem de longe o motivo de eu estar lá (era quase sempre sobre rinite/alergias)
quando fui entrando na adolescência, fui perdendo peso e fiquei "normal", mas ainda odiava meu corpo, principalmente minha "pochete". quando estava no ensino médio+técnico passava o dia inteiro sem comer e já passei mal de fome algumas vezes por isso, mas eu estava sempre sendo elogiada por isso, minha vida amorosa estava indo muito bem, obrigada...
daí entrei na faculdade. por ser um curso noturno, eu passava o dia em casa, acordava tarde, batia aquele pratão de comida de mãe (que por sinal é uma excelente cozinheira), chegava na facul e ficava espiando os salgados da cantina, comecei a namorar um "magrelo solitária" que me levava pra lanchar toda semana... aí já viu. de 2018 pra cá meu peso só foi aumetando, saí do IMC normal pro sobrepeso.
aí chegou 2020. comecei o ano surtando depois das festas de fim de ano, tentei fazer o mesmo esquema do ensino médio (o que ficou mais difícil de fazer depois que minha mãe fuçou minhas mensagens com meu ex-namorado e descobriu que eu ficava sem comer o dia todo por me achar gorda), comecei a fazer taekwondo na associação de esportes municipal... estava tudo indo bem, eu perdi uns quilos, mas aí chegou a temida quarentena.
aí o que já estava ruim ficou pior: juntou a suspensão dos treinos, a preguiça de estar trancada em casa, o estresse de atrasar minha formatura antes prevista pra dezembro, o estoque infinito de pães e doces... chutei o balde. meti o pé na jaca como ninguém, e tentei ao máximo não me estressar com isso. "depois da quarentena eu resolvo", eu pensava... mas aí a porra da quarentena não teve fim!
agora cá estou, com 1,54m e 67kg, e não consigo pensar em outra coisa além do meu peso. além do meu peso ter voltado a ser assunto recorrente aqui em casa, estou cada dia mais horrorizada com meu reflexo no espelho. arrumei um emprego meio período e tive dificuldade de entrar nos meus jeans de 2019, e agora em dezembro vou viajar pra casa dos meus parentes (sou nordestina), e quando vou pra lá é certeza de ganhar pelo menos 1-2kg.
antes que alguém diga algo: sim, comecei a fazer caminhada todo dia desde semana passada e andar de bicicleta aos domingos, agora que já estou saindo mais de casa. também estou contando calorias (como eu fiz no começo do ano e deu certo), e considerando ir pra academia também. ou seja, não estou parada esperando 10kg de banha sumirem do meu corpo magicamente.
pra ser sincera, nem sei por que caralhos eu tô me expondo desse jeito nesse site com usuários de comportamento questionável. talvez eu só esteja cansada de encher o saco dos meus (poucos) amigos com essa merda, já que os gordos ficam mal com as merdas que eu falo e os magros acham que é frescura/reclamam dos "males de ser magro". talvez eu só queira desabafar com esse suposto vácuo que é a internet... enfim, desculpe pelo textão enorme. espero que vocês estejam bem.
submitted by commiefairy to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 23:49 NaoVejoSaida Tenho 24 anos, sofro de ansiedade e nunca trabalhei

Estou passando por uma situação muito difícil atualmente. Estou no momento terminando Bacharelado em Física, faculdade muito voltada para a carreira acadêmica. Apesar disso, tive um mal desempenho nas matérias e não fiz Iniciação Científica, tornando praticamente impossível conseguir uma bolsa de mestrado nessas circunstâncias. Também perdi meu interesse em ser um pesquisador de forma geral.
Minha previsão de formação é no final do ano que vem, e estou há uns quatro meses enviando currículos para estágio ou trainee em bancos, empresas de TI, financeiras e afins. Além disso, estou fazendo cursos independentes de programação que poderiam me ajudar a conseguir uma vaga. Mas estou muito desesperançoso! O fato de eu estar procurando isso muito em cima da hora, somado ao meu excesso de timidez que prejudicaria muito uma entrevista, me fazem acreditar que eu não consiga entrar no mercado ainda durante a graduação, e eu tenha que trabalhar em algo totalmente diferente, apenas para ter uma fonte de renda. Mas onde acharei esse emprego, tendo essa idade e 0 de experiência?
A total falta de esperança em conseguir algum estágio / trabalho na minha situação tem me levado a considerar outras coisas, como trabalhar com freelancer, fazer curso de complementação pedagógica (um equivalente à licenciatura) para ser professor, fazer concurso público… Inclusive, já passei uma boa parte do meu tempo estudando para um concurso de prefeitura, mas meus pais acharam que não era o momento, eu devia me focar na graduação e estágio. Tentei então abandonar essa ideia e voltar aos cursos de programação e envio de currículos. Mas, como disse, não acho que eu vá conseguir.
Tenho pensado sobre isso o tempo inteiro no meu dia, o que tem deteriorado completamente a minha saúde mental! Já lido com ansiedade e depressão ao longo de boa parte da minha vida, mas atualmente ela tem me impedido inclusive de me concentrar nas aulas e nos cursos que me propus a fazer. Toda essa incerteza, autodepreciação e falta de esperança no futuro tem me paralisado muito, o que prejudica ainda mais meu desempenho e retroalimenta essas sensações. Vou retomar agora com medicamentos para ansiedade, e estou fazendo terapia online, mas não sinto que tem ajudado.
O que mais tem me tirado do sério e paralisado as minhas ações é a falta de certeza do caminho a ser seguido, qual deles eu teria menos chance de fracasso e me ofereceriam um vislumbre de carreira. Não faço mais escolhas baseadas em gosto, pois perdi o gosto por tudo no momento, e só poderei voltar a ter gosto fazendo algo. Mesmo assim, não faço ideia do que fazer, por mais que tenha pensado insistentemente nos últimos meses sobre isso. Minha vida no momento me parece sem solução!
submitted by NaoVejoSaida to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 22:51 bloomorte Mesmo gostando muito dela, eu terminei.

Já tem uns dois meses que tomei a decisão de terminar o meu namoro de dois anos. O relacionamento não era uma maravilha, como qualquer um tinha seus altos e baixos, mas ela é linda e assim como eu gosta muito de videogames, passávamos os fins de semana jogando até cansar. O meu maior problema com ela era ciúmes em excesso, da parte dela. Tenham em mente que eu não sou nenhum exemplo de homão da porra não...moro com a minha mãe e meu irmão, não tenho vontade de morar sozinho tão cedo e nem de me casar (o que era um outro problema a parte que tínhamos), portanto eu mesmo não estou isento de ser problemático.
Sobre o namoro, ela fazia eu me sentir um criminoso - mesmo sem nunca ter feito nada de errado. Eu nunca vi uma pessoa tão insegura. Eu não precisava fazer nada para ela acusar que eu tinha interesse em fulana ou ciclana. A exemplo, uma vez a gente saiu junto, apareceu uma menina na fila do bar, ela começou a chorar porque disse que eu tava "secando a menina" e me fez levar ela embora. Outro exemplo é que esse ano comecei em um novo emprego, saí mais tarde por alguns dias e ela logo veio me atacar dizendo que eu tava saindo com alguém do trabalho. Eu não podia interagir com ninguém em rede social, se a gente saía eu tinha medo de olhar pros lados e ter que ficar ouvindo groselha depois. Se eu desse motivos entenderia, mas nunca fiz nada.
Com base em tudo isso, tentei terminar várias vezes, sem êxito porque ela dizia que ia se matar, mandava mensagens de adeus e me deixava maluco com medo de acordar com notícia dela ter tentado alguma besteira. Isso aconteceu uma vez, embora não tenha dado em nada. Tentei falar com a família dela, mas a mãe dela só dizia pra eu não desistir e dizia não ter condições de pagar um psicólogo.
Foi passando o tempo e eu mesmo comecei a me ver infeliz e desgastado. Ela e minha mãe começaram a brigar, minha mãe queria uma coisa e ela outra, mas ninguém se importava com o que eu queria. Teve momentos de constrangimento na família. Eu não queria mais buscá-la nos finais de semana, só queria ficar em paz, sozinho, jogando meus videogames no sofá sem ter que compartilhar meu espaço com ninguém. Isso foi ficando cada vez mais intenso, e ela foi percebendo. Passei a ser mais duro com ela, fui acostumando ela aos poucos de que não tava dando certo, reduzindo a frequência que a gente se via.
Com a pandemia eu vi que seria cruel terminar e deixar ela cheia de merda na cabeça sem poder sair pra lugar algum, ela basicamente passava as semanas esperando pra me ver e poder jogar comigo, já que ela não tinha computador em casa e a família dela é um pouco pobre. Juntei umas peças que tinha de um PC antigo e consegui montar um pra ela jogar em casa. Ela pegou uma parcela do auxílio emergencial e comprou um teclado e mouse, chorou de emoção por estar conseguindo montar um cantinho pra ela. E com o sentimento de ter deixado ela preparada para lidar com o luto, terminei. Ela não ameaçou mais se matar, mas vejo que ainda sofre muito.
Eu sinto saudades as vezes, de muitas coisas. Do cheiro, dos abraços, das brincadeiras.
Mas considerando que eu não me sentia feliz e que eu não consigo me ver casando com ninguém (muito menos com alguém que faça eu me sentir "preso"), achei que a melhor decisão foi deixá-la livre para ser feliz com outra pessoa. Eu vou ficar sozinho e não pretendo me relacionar nunca mais.
Se leu até aqui, obrigado!
submitted by bloomorte to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 08:18 Krahmukoslovisk Término, mestrado e mudança de vida

Ano passado me formei em veterinária e próximo ao fim do curso tive episódios de depressão e ansiedade por conta de dois professores que fizeram questão de me atormentar a paciência. Na época estava namorando e isso afetou muito minha relação, porém seguimos o namoro. Tivemos vários momentos de "vai e volta" primeiro por que estávamos morando muito longe um do outro (ela em Curitiba e eu interior do espírito santo) e segundo porque não tínhamos grana pra nos vermos . Ela estava em final de faculdade também, os pais dela não ajudavam em quase nada e acabei me endividando pra ajudar ela a pagar alguns cursos. Com a pandemia tudo ficou pior, eu trabalhava em um consultório, onde aparecia paciente 1 vez por semana as vezes nem isso, quando chegavam reclamavam do valor da consulta e exames ( 50 conto de hemograma e 90 de consulta) estava me sentindo o Julius de todo mundo odeia o Chris, tava pagando pra trabalhar no meu primeiro prego fixo. As coisas foram piorando no namoro até que decidimos terminar, há uns 2 meses, e ao mesmo tempo passei no mestrado em uma universidade particular, consegui um emprego descente, estou morando sozinho. Estou estagiando no hospital em horário comercial, assisto aulas a noite e pego plantões todo fim de semana para não me sentir sozinho e com saudades da ex (que aliás ainda amo). Meus amigos das antigas estão com suas vidas encaminhadas e fazendo planos e marcando roles, meus colegas daqui não me chamam pra assitir um filme se quer. E estou com medo de voltar aos tempos sombrios. Obrigado por lerem até aqui, se é que tem alguém que leu. Precisava falar pra alguém.
submitted by Krahmukoslovisk to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 03:19 cnt_d_jgr_fr Uma ajuda aqui, /r/ desabafos.

Já pensei em fazer este tipo de post várias vezes antes, nunca seguia em frente, dessa vez decidi publicar. Já moí e remoí inúmeras vezes como começar, e escolhi esse jeito que foi diferente de todos os outros que pensei. Desculpem, eu escrevo muito, e não sei se vocês irão ter paciência de ler tudo. Se sim, obrigado;
É difícil saber onde começar, mas provavelmente deve ser pelo mal raiz: A depressão. Eu convivo com ela e a ansiedade já fazem anos e anos. Eu desde criança fui alegre, esperto, inteligente, (bem acima dos demais ao meu redor, que me cedia elogios de todas as partes) mas no geral, normal como qualquer um. Eu não sei se vou conseguir descrever todo o processo, mas a partir do final da adolescência se não me engano isso começou. No começo meus pais não ligaram muito e nem eu, mas com o tempo, foi piorando. Fui perdendo o gosto por coisas que sempre gostei, não tinha mais graça jogar video game que desde criança eu o fiz (e hoje em dia tenho inglês de nível avançado que aprendi como auto-didata) ou assistir alguma coisa de comédia, seja de qual tipo fosse. Hoje em dia é raro. Eu deixei passar e ela nunca ficou tão ruim, achei que não iria piorar, agora ela tomou conta de uma maneira que eu não consigo sentir. Eu acordo, levanto, como, sigo o meu dia, mas pareço um robô na maioria das vezes.
Existem circunstâncias que pioraram, eu sempre fui o risonho que fazia piadas e gracinhas, mas desde cedo tive a visão eu sabia que caso o palhaço saísse de cena o show iria acabar, e assim foi. Minha família sempre foi normal pra todos, mas entre 4 paredes ninguém sabia o que se passava, desde criança meu pai bebia, e isso causava brigas, xingamentos, até agressão acontecia. Acabou minha época de se palhaço quando a depressão piorou e a família agora tá pior que nunca. Minha mãe seguiu sempre com ele, acabavam as coisas ruins e tudo voltava ao normal. Ele nunca teve muita força emocional, quando acabava o dinheiro, ou aparecia uma dificuldade, queria afogar tudo no álcool. Minha família também nunca foi de sair, e eu sempre gostei de ler, de exercitar a mente de tudo que é jeito, e não saí ou fiz amigos quando me mudei. Cada um tem seus hobbies, eu sempre escutei isso e achei que apesar de ruim não era tão debilitante. Porém os anos passaram, passaram, passaram, hoje no meio de tantas crises (como a de 2008 por exemplo) meu pai já não tem mais emprego, e com todas as coisas que aconteceram voltou a beber. Problemas, dívidas, brigas, polícia, mais brigas, mais dificuldades, e tivemos que nos mudar pra uma cidade pobre e pequena. Minha mãe pensou que iria melhorar a nossa situação, resultado: Não melhorou.
Eu não tenho emprego (e duvido que encontraria alguém que me cedesse uma vaga, pra ter que toda hora tirar licença por causa de ansiedade) e os tratamentos que fiz nunca deram certo (só me deixaram pior) o que não é surpresa já que nunca morei em uma casa com uma família "normal" tem anos e meu stress está absurdamente alto. Não me dou bem com ele mas ainda convivemos todos juntos vivendo às custas do mesmo. Ele sabe que tem que nos ter perto pois a família mesmo não quer ele na casa deles. Minha mãe tbm n tem condições de trabalhar, meu pai voltou com a bebida e só deu uma trégua porque tem medo da pandemia mas ainda assim tem os dias de desespero dele que acha que se encher de álcool vai fazer os problemas sumirem, mas não sumiram e trouxeram um outro: Uma úlcera forte que é outro motivo pra ele beber e tentar mascarar a dor enorme e que recusa a tratar no médico mesmo com meu tio e tias querendo ajudar.
No presente, estou com 29 anos, nunca tive uma namorada, uma companheira, alguém pra dar e receber suporte nos momentos bons e ruins, isso porque sempre tive vergonha e achei que podeira acontecer como nos desenhos ou na TV e ter alguma que acabasse se declarando pra mim e não me fazer passar por isso. Nunca aconteceu. As pessoas dizem que ser BV e/ou Virgem são coisas impostas pela sociedade e não nos devemos se sentir mal por isso, mas a solidão dói. Dói muito. À noite é horrível, HORRÍVEL. Nem pra ser como uma dessas pessoas que arranjam uma mulher burra ou que também só tem interesse em um relacionamento rápido pra não ficar sozinha eu tenho sorte, parece que é uma opção inexistente e isso me deixa em um desolamento enorme. Sempre me achei feio ou estranho, fiz uma auto-reflexão e vi que não sou, e que existem casos piores, mas ainda assim todos ao meu redor estão conseguindo alguém, casando ou namorando ou movendo a vida pra frente.
Recentemente comecei o noFap porque vi vários benefícios que todos que tentam reportam. Após alguns dias tive um dos primeiros benefícios e senti mais disposição, mais confiança, só de sair na rua por causa de um compromisso consegui atenção de uma vizinha que morava aqqui por perto sendo que ela só me cumprimentava casualmente. Um dia depois e seguinte, voltou uma depressão, mais forte, sem vontade de fazer nada, sem apetite, e nenhum dos benefícios continuaram. Pretendo seguir mais, só que vai ser difícil porque minha cabeça tá MUITO mal.
Enquanto tava digitando esse post, no dia que pensei em mandar e não mandei, tava tão desesperado que tive pensamentos de acabar com tudo. As outras vezes que tive isso estava em situações ruins também em todos os lados. Pra piorar agora tem essa pandemia: Mesmo que melhorasse da D + A, não há empregos. Mesmo se quisesse ir pra algum lugar, há o risco. Estamos sobrevivendo da aposentadoria e de auxílio, e o dinheiro está acabando além do fato de que os problemas alimentam uns aos outros. Minha época de maior disposição física e maior apetite pra relacionamentos passou, e o tempo continuou correndo vertiginosamente. Queria perguntar à vocês o que eu poderia fazer pra tentar sair dessa, porque dessa vez tá muito difícil. Posso responder mais perguntas caso tenham alguma.
submitted by cnt_d_jgr_fr to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 00:40 edubrabo Fui indicado por um trabalho achando que era o que eu queria mas era outra coisa.

Então... Eu estava na procura de um emprego com informática que é minha área. Um amigo meu me indicou a trabalhar como técnico de informática na loja do chefe dele e me disse que precisava de técnico por ter muita demanda la... Bom até aí tudo bem né, aí numa quarta o chefe dele me ligou pra uma entrevista de emprego perguntando sobre meu currículo, até aí tudo certo, aí tive uma entrevista no trabalho dele sexta perguntando novamente sobre meu currículo e o que eu faço da vida e se tinha experiência com computadores e notebooks... Bom ele me falando que fui comprovado em ter experiência com informática eu esperei uns dias pra me retornar pra vê se iria ser aprovado, ai passou uns dias ele me chamou e falo " vem sem barba segunda e começa a trabalhar ok? Ok?" Quando ele pediu pra tirar a barba eu já estranhei por que eu devo fazer isso ? Pse de todos os lugares que eu trabalhei com informática nunca precisei mas tudo bem, segunda bem belo eu tava lá, me apresentou o lugar todo e as pessoas que eu mais trabalharia, aí eu pensei né "vou ficar na área que eu gosto" aí fomos pra sala dele e ele começou a explicar tudo o que ocorria e termos de lá aí eu compreendendo é claro aí depois de tudo isso eu pensei, "bora arrumar os PCs." Então ele me entregou o avental e falo pra mim descer e ficar na área de vendas...
E como eu me conheço que não sou muito de conversar já fiquei desanimado pois não tenho experiência com vendas e não tive treinamento no local e ele sabia que eu não tinha experiência com vendas... Enfim trabalhei por 2 dias e meio como uma batata me sentindo um robô, totalmente trabalhando numa área que não me sentia bem de jeito nenhum. (Eu não tive treinamento os colegas queriam pegar as comissões já que eu não estava cadastrado ainda, poucos ajudaram, praticamente tiravam os equipamentos da minha mao pra não revisar ou medo da minha experiência.)
Agora eu me pergunto será que eu fiz a coisa certa? Ou deveria continuar trabalhando com uma coisa que eu não gosto e não me sinto bem e não tenho experiência?
submitted by edubrabo to desabafos [link] [comments]


2020.09.13 22:44 Asik20 Ajuda com o currículo

Boas pessoal. Eu este ano acabei o secundário, e por motivos pessoais e financeiros não me consegui inscrever para o ensino superior. Entretanto fiz o currículo para começar a trabalhar, mas o feedback que recebo é pouco ou nenhum. Em 2 meses de mandar CV só consegui 2 entrevistas, 1 para a sinalcabo, outra para a Vodafone, ambas como comercial. Entrei na sinalcabo porêm era por comissão, o que não dava a establidade que procurava. Eu não sei se o problema é do currículo, ou do facto de não ter experiência em nada. Tive uns meses no continente em 2018, e depois foi na sinalcabo em Julho deste ano. Se alguém puder ajudar, agradecia imenso, na situação em que estou, precisava mesmo de emprego porque vivo sozinho e as contas andam a apertar cada vez mais. Obrigado pela atenção.
submitted by Asik20 to portugal [link] [comments]


2020.09.12 18:19 istmeec01 Como conciliar um part-time com os estudos?

Ora boas tardes,
Devido a uns problemas financeiros cá em casa, os meus pais já não conseguem mais financiar os meus estudos. Consequentemente, sou forçado a arranjar um emprego, de preferência um part-time noturno, para pagar as despesas eecolares e etc..
Agora as minha dúvidas, especialmente para quem já passou por isto:
É o quão difícil é conciliar o estudo com o trabalho?
Tenho acesso ao regime trabalhador-estudante?
Com esta pandemia onde consigo arranjar um part time noturno em Lisboa?
Sou estudante no IST.
Edit: Muito Obrigado a toda a malta que apresentou sugestões.
submitted by istmeec01 to portugal [link] [comments]


2020.09.12 12:21 ferfreax O que vocês acham do PICPAY?

Bom dia redditeirxs de todo território nacional, como vocês estão? No começo da quarentena, minhas postagens eram recorrentes aqui, principalmente procurando uns bicos na internet pra conseguir pagar meu aluguel. Não consegui um emprego, mas orientei várias pessoas em trabalhos acadêmicos e enfim, a vida deu aquela "fluída". Comecei a ganhar uma grana (não mt), mas pra quem nada tinha, é suficiente já. E eu queria guardar essa grana em algum lugar, uma poupança seria o mais viável, óbvio, ela tá lá, mas é pouca grana ok. E o picpay, pelo que me falaram, tem umas promoções quando pagamos boleto por lá (não sei)... queria umas inf. sobre, experiências pessoais, etc.
No mais, espero que todos estejam se cuidando. Tá foda demais ainda, nem consigo mais acompanhar as notícias.
submitted by ferfreax to brasil [link] [comments]


2020.09.11 18:08 Enscie Cansaço emocional (Ajuda e dica)

Olha pessoal, tudo bem!
(Peço que não façam ataques ou comentarios sobre a instituição, religião... mas proposito e me ajudar)
Eu tenho estado um pouco triste, sou homem e tenho 24anos, e ate tive uns pensamentos de desistência ... No inicio do ano eu perdi meu relacionamento, após isso ao chegar em casa meu pet havia morrido e semanas depois perdi o emprego e veio a pandemia... Passei um período um pouco complicado mas me apeguei a Deus e com isso criei uma esperança da restauração do meu relacionamento... Não culpo Deus nem nada, mas por ter feito períodos extensos de busca incessante para esse proposito, isso se tornou meu objetivo sabe! Durante a pandemia frequentei uma igreja um pouco mais conservadora e rígida, até gostei do lugar mas vejo que eu acabei por me mudar sabe, eu seguia cultos de outra igreja pela internet e vejo que eu alterava o que ouvia e hora entendia certo e hora criava minhas ideias sobre isso, tanto que cheguei a não me comunicar com meus familiares por achar que eles queriam abater minha fé e impedir que eu tivesse meu relacionamento... Eu realmente perdi o controle, mas não era culpa da igreja mas sim minha... E isso me trouxe sofrimento pq vejo que gastei muito tempo buscando essa restauração uns 4~5 meses e não estudei nada do que gostaria... E toda vez que vou estudar acabo por me frustar por ver que não era agora o tempo de fazer isso...
Isso me trás uma frustração grande uma tristeza enorme e da ate vontade de findar com tudo sabe! Além de ter uns pensamento me perturbando constantemente... Eu queria voltar trabalhar mas não estou me sentido capaz sou de TI era da área de suporte... Além do mais minha ansiedade voltou e chego a passar mal só de começar a falar isso... Estou me sentindo um velho com 24 anos e sinto que gastei meus melhores anos dos 22 aos 24 com aquela menina, tenho raiva dela, tristeza por ter a perdido, talvez goste um pouco sla... E quero crescer, estudar, mas me sinto desanimado e triste... Eu ainda por cima ejaculação precoce e a tentar sair com uma menina não rolou... Agora eu quero sumir pois ela me esculachou depois... e me sinto incapaz de ter uma relação e a poucos dias encontrei alguém super legal, e estou curtindo ela... Ela e linda do jeito dela, mas as vezes passa um pensamento de ter que ter uma mulher super linda, mas no fim das contas eu gostei dela e não to ligando pra opiniões, mas gostei dela mesmo e quero continuar pra saber se rola algo serio... Até falei do meu problema e ela esta processando e disse que podemos tentar no momento certo e se ajeitar quanto a isso... E sabe que eu quero tratar no futuro... Mas a coisas triste é muita coisa na minha cabeça sabe e a felicidade parece não chegar... Quero muito uma virada... uma mudança boa sabe! Sò quero ver o lado bom das coisas...
Meu pai costuma falar que devemos buscar mulher bonitas e tal, pq o povo julga e infelizmente o mundo e mal e tal... e isso passa pela minha cabeça, mas sei lá as vezes acho uma pessoa super legal e beleza dela não é esse padrão e fico chateado... To de saco cheio dos padrões que as pessoa criam, de tudo sabe! Sofri bastante nesse período e queria paz, mas não to tento.... Mas acredito que vou conseguir me curar e me livrar de tudo que é ruim! Acredito precisar de ajuda... e talvez remédios pra controlar tudo..,..
submitted by Enscie to desabafos [link] [comments]


2020.09.11 17:19 zilgotler Minha mãe tá virando coach e eu já não aguento mais

Minha mãe saiu do emprego dela a um ano num programa de demissão incentivada e desde então já começou uns 10 projetos diferentes, nenhum deles foi pra frente por diversos motivos.
Ela tem ÓTIMAS ideias, mas tem dificuldade de executar. Além disso, ela acha que a experiência profissional dela supre toda a falta de conhecimento teórico sobre teorias da administração.
A última empreitada dela, como o título diz, é querer ser coach. Coach não, mentora (na cabeça dela são coisas muito diferentes). O público alvo dela são jovens de 18 a 30 anos. Ou seja, bem a galera que não aguenta mais ouvir a palavra do coaching. Eu e minha irmã tentamos falar que nossa geração não tá muito afim disso, mas ela acha que pode ajudar muita gente.
Nos já ouvimos todo o lado dela, e honestamente não é nada novo. Eu já fiz coaching e sai de lá ainda mais convicta que é uma furada. Amo a minha mãe e sei que ela pode ajudar pessoas, mas não acho ela virar coach seja a solução.
Hoje ela veio falar toda animada com a gente enquanto fazíamos o almoço e eu não conseguia nem olhar pra ela enquanto ela falava porque tava já com pena da situação. Minha irmã não parava de comer mandioca pra não ter que falar kkkkkk
A gente não sabe se fala pra ela a nossa opinião de verdade ou deixa ela seguir em frente e finge que tá apoiando só pra não contrariar.
Qualquer sugestão e conselho são bem vindos
submitted by zilgotler to desabafos [link] [comments]


2020.09.11 16:17 ssantorini Basicão de investimentos para dummies

O que é o mercado? Mercado são todos os agentes que participam da produção e troca de bens ou serviços. São as pessoas físicas (trabalhadores, consumidores, rentistas, empresários) ou jurídicas (empresas de produção, de comércio, de serviços ou financeiras).
O que é o mercado financeiro? É a parte do mercado restrita à circulação de dinheiro. É o "comércio de dinheiro" (empréstimos e investimentos).
O que é investimento? É quando um portador de dinheiro coloca seu dinheiro em alguma atividade, esperando tê-lo de volta em maior quantidade.
O que são investimentos financeiros? São investimentos nos quais o portador do dinheiro não participa diretamente da atividade econômica feita com o mesmo, limitando-se a colocá-lo na guarda de outros (emprestando ou investindo).
Qual a diferença entre empréstimo e investimento direto? No empréstimo, o tomador é obrigado a devolver a quantia em data futura, acrescida dos juros combinados, independente de qualquer coisa. No investimento direto, o credor assume solidariamente com o tomador os riscos da atividade na qual o dinheiro foi empregado, podendo ter lucros ou prejuízos.
TIPOS DE INVESTIMENTOS
Ações: são "pedaços" de uma empresa. Quem compra uma ação se torna proprietário de uma parte da empresa.
Ação ordinária: ação que garante ao portador participação e voto no conselho administrativo da empresa, mas caso a empresa seja liquidada, ele receberá sua parte por último, do que sobrar (se sobrar);
Ação preferencial: ação que não dá ao portador participação e voto no conselho administrativo da empresa, mas lhe dá prioridade na hora de receber sua parte, caso a empresa seja liquidada
Pra que serve investir em ações? Pra obter dividendos (parte do lucro da empresa), caso a ação seja de grande monta, ou para especular (vendê-la por um preço maior depois), Embora quem especule com ações compra "opções", não as ações em si. Opções são derivativos atrelados à cotação de ações (vide a definição de "derivativos" adiante).
Debêntures: investir em debêntures é o mesmo que "emprestar dinheiro a uma empresa". Debênture não é ação, a empresa é obrigada a pagá-lo na data acertada independente de qualquer coisa;
CDB (certificado de depósito bancário): investir em CDB é o mesmo que "emprestar dinheiro a um banco". Bancos maiores costumam pagar juros menores, bancos menores costumam pagar juros maiores.
LTN (letras do tesouro nacional): investir em LTN é o mesmo que "emprestar dinheiro ao governo".
LCI (letras de crédito imobiliário): investir em LCI é o mesmo que "emprestar dinheiro a compradores de imóveis". É intermediado por algum banco.
LCA (letras de crédito agrário): investir em LCA é o mesmo que "emprestar dinheiro a agropecuaristas". É intermediado por um banco também.
LCI, LCA e LTN são livres de impostos e possuem um seguro chamado FGC (fundo garantidor de crédito), que garante restituir 250 mil reais por CPF caso a instituição intermediadora entre em falência e não consiga pagá-las ao investidor.
CDB paga imposto regressivo (quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menos imposto paga).
Fundos de Investimento: são contratos nos quais o investidor deixa seu dinheiro em mãos de corretores profissionais, que o movimentam e investem como acharem melhor, com o objetivo de fazê-lo aumentar. Existem muitos tipos de fundos de investimento, desde os mais seguros (os corretores só investem em coisas de baixo risco, porém baixo retorno, como CDB e letras) até os mais arriscados (os corretores investem em coisas de alto risco, porém alto retorno, como ações e derivativos*), passando pelos de risco moderado (Multimercados**). Esses fundos cobram uma comissão para os corretores, uma taxa de administração e impostos. Por exigirem trabalho contínuo dos corretores (que colocam e retiram o dinheiro a depender das conjunturas do mercado), cobram essas taxas.
*Derivativos: são contratos atrelados a algum índice qualquer, como dólar, ouro, inflação, selic. É como se fosse um jogo: um cara que quer dinheiro lhe oferece pagar a quantia que o dólaouro/IPCA/selic variar, aí você aceita, podendo se dar bem ou mal.
*Multimercados**: são fundos de investimento que mexem com vários tipos de aplicação ao mesmo tempo (ações, CDB, derivativos, etc) com o intuito de equilibrar os riscos e retornos.
SELIC: de forma simples seria a taxa de juros que o banco central cobra aos demais bancos pelo dinheiro que estes últimos pegam emprestado. É a menor taxa de juros praticada em todo o mercado. Todas as demais são derivadas dela. Complicando um pouco mais, SELIC é uma meta que o BC determina para os juros interbancários (cobrados pelos bancos entre si). O BC manipula a oferta de títulos públicos (que os bancos usam como garantia de empréstimos entre si) e o depósito compulsório (fração do dinheiro depositado nos bancos que eles devem obrigatoriamente depositar no BC) para a essa meta seja atingida.
CDI (certificado de depósito interbancário): é a taxa que os bancos cobram uns aos outros quando fazem empréstimos entre si. Ela é a SELIC mais alguma coisa que no momento não lembro, mas são bem próximas em valores.
Por que a CDI é importante? A maioria dos retornos prometidos pelos bancos e financeiras são expressos em "% da CDI". O Banco Bradesco oferece LCA com 80% da CDI, já a XP Investimentos oferece LCA com até 115% do CDI de retorno.
USANDO O QUE VOCÊ APRENDEU
Aumento da SELIC é bom ou ruim? É bom para um governo endividado porque atrai mais investidor querendo emprestar dinheiro a ele. É bom pra combater a inflação, porque torna os financiamentos mais caros e portanto reduz a demanda global por bens e serviços, fazendo os preços caírem. É ruim para o PIB e o emprego, pois torna os financiamentos e empréstimos mais caros, aí as empresas terão menos capital de giro, empregarão menos, venderão menos também porque os juros estão altos, o PIB cai e o desemprego sobe.
Aumento do dólar é bom ou ruim? É bom para os exportadores, pois deixa seus produtos mais competitivos (baratos) no mercado externo, aí conseguem aumentar suas vendas, empregando mais pessoas. É ruim para empresas que dependem de insumos importados (máquinas, petróleo), pois encarece a produção. É ruim também para a inflação, pois deixa os importados mais caros.
Quando se deve investir em moeda estrangeira ou ouro? Quando se perde a confiança na moeda nacional. Isso ocorre quando o governante é inflacionista, emissor ou possivelmente caloteiro (Ex: Ciro Gomes) ou quando as exportações despencam (menos dólar entrando) ou as importações aumentam demais (mais dólar saindo).
Quando se deve investir em ações? Quando se espera que as empresas cresçam e aumentem seus lucros (mais dividendos para o investidor, mais retorno na hora de revendê-las). Isso só é possível se a economia e o emprego crescerem, o que é mais provável de ocorrer em governos que sigam melhor a ciência econômica mainstream (Ex: Meirelles, Amoedo, Alckmin, Paulo Guedes). Obviamente isso depende da empresa. Você deve correr de ações de estatais e investir em ações de empreiteiras se um governo cleptocrata assumir (Ex: PT). Você deve investir em ações de bancos privados se o governo for inflacionista (bancos lucram mais com inflação, porque tornam a especulação mais fácil, além disso a inflação força o governo a aumentar os juros pra atrair mais empréstimos, e isso é bom para os bancos). Você deve investir em ações de empresas produtivas se o governo for um seguidor da ortodoxia econômica e a economia de países compradores estiver aquecida....e por aí vai.
Quando se deve investir em LTN? Você deve procurar o país que seja o mais confiável possível (risco baixo de calote) e ofereça os maiores juros possíveis. Países emergentes são os mais arriscados, principalmente os governados por esquerdistas populistas (gostam de pedir empréstimo e depois se recusarem a pagar), países com contas públicas ruins (déficits altos) ou países que JÁ deram calote no passado (já perderam a moral, não custa nada fazer de novo). A Argentina é tão queimada que oferece LTN com juros de 45% e ainda tem dificuldade em se financiar, recorrendo ao FMI. Os EUA são tão confiáveis que quando Trump aumentou os juros para 2%, ocorreu uma fuga de capitais dos países emergentes para lá.
submitted by ssantorini to investimentoslivre [link] [comments]


2020.09.11 02:38 WalitaPhilipps Não consigo me conformar com as coisas dando finalmente certo.

Boa noite, galera, tudo beleza?
Arrumei um emprego bom que vai me dar um bom portifolio e aprendizado, finalmente to conseguindo desenrolar com uma mina (relação ta estranha pq eu sou cabaço do caralho e n sei demonstrar afeto e sou timido pra pra porra) Meu pai que sempre me julgava como um fracassado e agora me respeita pq tenho um emprego bom.

Tenho medo de relacionar com pessoas, mas dps de um tempo eu fico amigo e sempre tento ajudar.

A FITA É, MEUS AMIGO: Eu simplesmente não consigo aceitar essas coisas boas acontecendo. To muito assustado e sempre to em modo em de defesa no sentido emocional.
Chego em casa, fumo uma tarouja de maconha boissima, fico betando uma mina que respeito e gosto muito, mas sempre sinto q to falhando em betar pq aparentemente ela quer ir pra uns bagulho mais intimo e eu to falando sobre meus gatos, gatos da vizinhança, maconha, traumas da cabeça e eu elogiando ela pq de fatos é mui gostosa.

Depois de 2~~3 horas eu entro no estagio de agonia e medo do caralho, me sinto triste e assustado nessa e eu nem sei pq. As coisas tão indo bem mas sei lá, tenho medo de tentar as coisas, tenho medo de interagir com as pessoas, tenho medo de investir numa mina que eu gosto e que ja demonstrou CLARAMENTE que ta afim de mim
PUTA QUE PARIU, EU SOU ENORME POR FORA E PEQUENO E FRACO POR DENTRO.



boa noite gente, contem como vocês tão tbm!
submitted by WalitaPhilipps to desabafos [link] [comments]


FiveM - Como setar/ dar profissões/ empregos no Servidor ... EP033 - Snippets Inglês Urgente - Emprego de IN, ON e AT ... 5 dicas para encontrar emprego durante a crise, Começando ... Dicas UnB - Português - Emprego dos Conectivos ENTREVISTA DE EMPREGO - YouTube

UN Careers

  1. FiveM - Como setar/ dar profissões/ empregos no Servidor ...
  2. EP033 - Snippets Inglês Urgente - Emprego de IN, ON e AT ...
  3. 5 dicas para encontrar emprego durante a crise, Começando ...
  4. Dicas UnB - Português - Emprego dos Conectivos
  5. ENTREVISTA DE EMPREGO - YouTube
  6. Dica de como enviar e-mail para vagas de emprego no Portal Hortolândia

Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Emprego de Conectivos: Valores Lógico Semânticos e Emprego Das Conjunções - - Duration: 35:15. Cejuris Concursos Públicos 68,523 views. 35:15. Dicas UnB - Filosofia ... Dica de como enviar e-mail para vagas de emprego no Portal Hortolândia (exclusivo de empregos vindo do VAGAS). Algumas pessoas perguntam... Neste caso é nece... Complete com in, on ou at - use os comentários: 1. The tele­pho­ne is ___ the table. 2. ___ the age of five Mozart could com­po­se music. 3. ___ June I’ll ­f... No Começando A Carreira de hoje, Leonardo Freire traz 5 dicas simples que podem te ajudar a encontrar seu primeiro ou um novo emprego durante a crise (e fora... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube.